Total de visualizações de página

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Goiamunduba agora é só um retrato na tela do computador

Sítio Sossego

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Pintaram a escola Nicolau Lucena

Afinal pintaram a escola Nicolau Lucena de Moura, em Lagoa do Matias, Bananeiras, Paraíba


quinta-feira, 5 de junho de 2014

Escola Nicolau Lucena de Moura, em Bananeiras

Lembram do post abaixo sobre Nicolau Lucena de Moura?
 Pois bem, agora ele é nome de escola. 
Eu estive lá e fotografei, mas não dá mais para visualizar o nome. 
Vejam:



A escola fica na localidade de Lagoa do Matias, perto do distrito de Roma, em Bananeiras Paraíba. 
Eu a fotografei na última quarta-feira, dia 4 de junho de 2014, às 10 horas da manhã.
 Estava fechada.
No caminho eu estranhei ver os estudantes voltando tão cedo.

Comentários serão bem-vindos!

domingo, 11 de maio de 2014

Nota de Ramalho Leite por ocasião da morte de Nicolau Lucena de Moura-1968

Esta nota me foi entregue por uma amigo.
Não está assinada, é datilografada, mas quem me passou assegura que é autêntica:

terça-feira, 5 de novembro de 2013

O exílio de Hitler - livro sobre a suposta fuga de Hitler para a Argentina no fim da II Grande Guerra

Estou lendo o livro de Basti. O cadáver de Hitler nunca foi encontrado-o relatório de Beria já afirma isto. O resto do crânio mantido pelos russos- esté comprovado pelo exame de DNA-é de uma mulher. O que não quer dizer que não Hitler não tenha morrido no final da guerra. O cadáver pode ter sido destruído ou oculto por seus auxiliares, assim como o do rei Alarico, aliás lembrado por Basti. Afirmar que ele fugiu e viveu na Argentina fundamentado na falta do cadáver parece excessivo, embora seja fato que muitos nazistas fugiram e viveram na América do Sul, como Eichmann (sequestrado na Argentina pelos israelenses), Josef Mengele (cadáver identificado por Romeu Tuma) e  'Klaus' Barbie. O acordo com os angloamericanos para proteger nazistas, cientistas e militares, é evidente. Von Braun fez as bombas V2 alemãs e depois dirigiu o programa espacial americano. Isto é o que aparece, e o que não aparece? De resto o livro é bem escrito e contém muitas informações e referências. E a história oficial tem lacunas e contradições monumentais.
Livro em espanhol "O exílio de Hitler- as provas da fuga do Fuhrer para a Argentina" - 479 pg
Autor: Abel Basti
Editora: Debolsillo, 2013 - Buenos Aires www.debolsillo.com      www.megustaleer.com.ar



terça-feira, 15 de outubro de 2013

Sobre a raridade da amizade

Minha mãe, Ivete, repetia sempre esta quadrinha:

Amigo, palavra cara
Feliz quem pode achar um
O nome é o mais comum
Porém a coisa é a mais rara

Penso que é muito verdadeira.

sábado, 12 de outubro de 2013

Come casaca!



Uma história contada pelo meu pai, Nicolau, muitas vezes me vem à mente diante de fatos do cotidiano. Na história, um homem rico empobreceu e sumiram com a riqueza os amigos. Mas a vida dá voltas. E ele fez fortuna novamente. E com a riqueza retornaram os amigos. Ele então organizou uma celebração. No momento da refeição festiva o homem, elegantemente vestido, despiu a caríssima casaca, colocou-a na cadeira principal e disse em alto e bom som: Come casaca! E retirou-se do recinto.
Quando vejo um ex-poderoso repudiado por seus antigos bajuladores, lembro dessa história. Ou seja, frequentemente lembro dela.